António Rodrigues foi eleito Presidente com 57% dos votos e tem 116 Delegados eleitos ao Congresso (em 211)

15 março 2006

POR UM SÓ DISTRITO

António Rodrigues, Presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, apresentou na Segunda-feira dia 13 de Março, pelas 11h30, na Sede da Federação de Santarém do PS a sua candidatura a Presidente da Federação, para o biénio 2006-08.

António Rodrigues aposta forte na AFIRMAÇÃO do distrito de Santarém no contexto Nacional, propondo para isso que as duas Comunidades Urbanas (da Lezíria e Médio Tejo) se fundam numa só. "Divididos não vamos a lado nenhum", afirmou recordando que "cada uma das comunidades no contexto Europeu não é mais do que um Bairro".

Para António Rodrigues o papel do Presidente da Federação deve ser um papel federador de vontades para aCOESÃO e DESENVOLVIMENTO do Ribatejo, fazendo aumentar a militância nas Secções e envolvendo os militantes nas decisões políticas a tomar.

António Rodrigues aproveitou a sua apresentação para fazer uma exigência ao Governo, que foi a de ter uma única entidade gestora para os fundos comunitários agrupando todo o Distrito de Santarém, considerando que o Ribatejo, se tal não acontecer, terá sempre um papel periférico junto de Évora e de Coimbra.

António Rodrigues centrou ainda a sua intervenção na questão do trabalho autarquico do PS, considerando que estes são os dois anos ideiais para começar a trabalhar as candidaturas para as Câmaras e Juntas de Freguesia que ainda não são PS.

António Rodrigues assumiu que "Pensamos pela nossa cabeça", no relacionamento com o Governo com o qual"seremos solidários e críticos quando necessário", tendo inclusivé afirmado que "não contem conosco para sermos moços de recados de ninguém".

António Rodrigues, que afirma ter apoios em todos os Concelhos do Distrito, assume assim a sua candidatura "contra uma coligação", conforme afirmou, apesar da forte amizade que o une aos outros dois candidatos agora unidos na "tal coligação" (Nelson/Caldas).

A assumpção de uma forte RUPTURA COM LAXISMOS, que entende que infelizmente ainda vai fazendo escola na Federação do PS é uma das pedras de toque da sua candidatura.
Acompanhado na Mesa por Manuel Afonso (Santarém), Fernanda Maurício (Entroncamento), Hugo Cristóvão (Tomar) e Sandra Vitorimo (Santarém), António Rodrigues apelou a um forte envolvimento das Mulheres e Jovens militantes do Partido, na certeza que tem que o trabalho que agora inicia terá futuro se por eles for agarrada a oportunidade.